Clube do livro – Kyoto

Yasunary Kawabata venceu o Prémio Nobel da Literatura em 1968, e Kyoto é considerado a sua obra-prima.

DSCF0800_edited

Conduz a história de Chieko, uma rapariga adotada cujos pais possuem uma loja de tecidos e quimonos à beira da falência. E o livro transporta-nos para vários temas – o bloqueio artístico do pai sem inspiração para criar mais tecidos, o amor impossível e as relações de conveniência, a surpresa perante o passado, entre muitos outros, sendo que o principal é a tradição, talvez daí a escolha pela cidade de Kyoto, tão reconhecida por essa mesma tradição e pelo contacto constante com os rituais.

Estamos no período pós-guerra, depois da retirada das tropas americanas, com a nova ocidentalização dos atos e a ruptura com algumas tradições consideradas imporantes, e que Kawabata retrata de forma excepcional. E mais: conduz-nos delicadamente entre as estações do ano, retratando as flores de cerejeira, os pinheiros, as montanhas de uma forma suave.

O final do livro matou-me um bocadinho – como já tem sido costume – por me deixar ainda com mais perguntas, e mesmo que este tenha sido o objetivo de Kawabata, fogo! uma pessoa precisa de respostas!

“- Não tens um modo pessoal de pensar?

– Talvez até o tenha em demasia…

– E reprime-lo?

– Às vezes não.”

Anúncios

Comenta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s