The Hobbit – An Unexpected Journey

Ok, preparem-se que a Dalvia croma vai entrar…

Para quem me conhece, não é segredo que eu tenho alguns vícios saudáveis. O Lord of the Rings, é sem dúvida um deles. Não sei se é pelo Aragorn ou mesmo pela história, mas eu gosto imenso dos filmes, e já vi a trilogia mais vezes do que me orgulho.

Talvez por isso tenha ficado com medo de ver o The Hobbit – pensei que me fossem estragar toda a fantasia que já estava mais do que montada à volta do Lord of the Rings. Então, deixei a possibilidade de ver o filme de lado, durante alguns anos. Porém, agora ao ver o trailler do novo e último filme da trilogia, apaixonei-me, novamente.

E ganhei coragem e fui ver. Agora partilho convosco as reações do primeiro filme, tentando não fazer muitos spoilers. 

The_Hobbit-_An_Unexpected_Journey

O filme começa com Bilbo Baggins, já velho, como sempre o conheci, no sossego de Shire, onde os prados são verdes, as crianças correm e os hobbits vivem a vida tranquila e despreocupada de que tanto gostam. E é enquanto escreve a sua história, para Frodo, que voltamos atrás no tempo.

Bilbo é “convidado” por Gandalf a entrar para a Companhia de Thorin Oakenshield – constituída por treze anões, que pretendem recuperar o reino de Erebor, que foi tomado há muito tempo, demasiado, pelo dragão Smaug.

The-Hobbit-Movie

A viagem será longa, e vários inimigos terão de ser derrotados pelo caminho, de modo a conseguir alcançar o tão esperado objetivo.

Contra todas as expetativas, Bilbo mostra-se uma mais valia para equipa, mesmo que sem nenhuma habilidade para a luta. Demonstra outras competências, como enganar ogres e ter realizar actos de coragem insana.large

É acompanhado pelos anões da Companhia. Exímios lutadores, nem todos inteligentes, mas todos um objetivo em comum e liderados pela figura carismática de Thorin Oakenshield.

the_hobbit_dwarves_maxi_poster_raw

Thorin Oakenshield, tem uma história pesada, de luto e luta. Viu o seu reino desfazer-se em pedaços, as suas pessoas ficarem sem casa e sem família. E carrega esse fardo e destino nas suas costas. Tudo com um ódio, sem explicação em relação aos elfos, que considera parte do inimigo.

bechep-graphics-5

Gostei que tivessem abordado alguns pontos do Lord of the Rings, de forma a dar um contexto aos mesmos. Algumas coisas fizeram muito mais sentido após este filme – conseguimos ver e perceber alguns antecedentes.

E claro, o meu coração parou quando o Gollum/Smeagol apareceu. Conseguimos presenciar o momento em que ele perdeu o anel e conheceu o Bilbo, e como lidou com toda a situação. O anel que mais tarde irá mudar o rumo da Middle Earth, ali, onde tudo começou.

tumblr_mfksg1Mwwy1qfgtm6o1_500Superou todas as minhas expetativas, e só me deixa mais entusiasmada para ver o resto da trilogia. Mas novamente afirmo – eu sou suspeita para dizer alguma coisa.

Por isso, só vos resta ver e dizer se toda esta minha cromice se adequa ou se eu sou “só doida” mesmo.

Anúncios

5 thoughts on “The Hobbit – An Unexpected Journey

  1. Lari Reis diz:

    Eu também só criei coragem de ver o O Hobbit esse ano!
    Sobre esse primeiro filme, já o achei bem mais engraçado do que a trilogia do Senhor dos Anéis. Não que isso seja necessariamente bom. Senhor dos Anéis já tinha suas pitadas de humor, mas achei O Hobbit bem mais leve e divertido.

    Gostar

Comenta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s