Obrigado 2014 e bem-vindo 2015!

Em véspera do ano novo, nada melhor do que parar e pensar neste ano que está quase a chegar ao fim. Todos os anos o faço, mesmo que inconscientemente – uma retrospectiva, de tudo o que correu bem e menos bem, as pessoas e coisas pelas quais estou grata. Por isso, sentem-se, bebam o vosso chocolate quente e embarquem comigo nesta aventura 🙂

tumblr_static_admoy1hon9k488okwo8c4okgk

2014 foi um ano extraordinário! Cresci imenso e aprendi muito sobre mim. É impressionante, mas parece que mesmo que passem todos os anos possíveis isso não muda – há sempre algum canto e recanto de mim por descobrir, e certamente sempre novas coisas por aprender.

Uma coisa que sei sobre mim, e que não vai mudar tão cedo, é a minha paixão por fazer listas (tenho alguns problemas sérios, eu sei), por isso aqui estão elas!

O que aprendi sobre mim:

  • muito organizada e por isso não gosto de imprevistos – se pudesse planeava tudo até ao ínfimo segundo
  • revoltada com causa, e defendo aquilo em que acredito
  • muito mais emotiva do que aparento e me permito ser
  • possivelmente a pessoa mais egoísta à face da terra
  • começo a aceitar que posso falhar, e que as coisas não têm de ser sempre como quero
  • teimosa que nem uma porta e não gosto de dar o braço a torcer
  • quando me entrego de corpo e alma a alguma coisa, tem tudo para correr bem, e normalmente corre
  • impaciência é o meu nome do meio (vem do egoísmo)
  • complico demasiado coisas simples, penso muito sobre os assuntos e depois não consigo ter qualquer reação
  • afeiçoo-me rapidamente às pessoas e sou muito protectora em relação às mesmas
  • a felicidade dos outros faz-me incrivelmente feliz

O que aprendi sobre/com as pessoas:

  • ainda existem pessoas generosas e pessoas que saem do seu caminho para ajudar alguém
  • as pessoas são caixinhas de surpresas quando as passamos a conhecer melhor – cada dia descubro uma coisinha nova
  • por vezes a pessoa que aparenta ser mais feliz é a que tem mais problemas; e por vezes a pessoa que aparenta ter mais amigos é a que se sente mais sozinha
  • as pessoas nem sempre dizem o que sentem, mas expressam por gestos, mesmo sem querer
  • algumas pessoas não se contentam em vencer, também têm de ver os outros perder
  • muitas vezes aproxima-mo-nos das pessoas sem saber como, nem porquê, apenas que foi a melhor coisa que nos aconteceu
  • nem toda a gente se interessa, algumas pessoas são só curiosas (só para não dizer cuscas)
  • as pessoas afastam-se, e temos de aceitar isso
  • a depressão é um monstro que pode atacar toda a gente
  • não há nada melhor que o conforto de um almoço/jantar de amigos
  • descobrimos a essência das pessoas quando se encontram face a algum obstáculo ou problema
  • há pessoas que são mais fortes do que alguma vez poderão imaginar
  • os abraços podem curar todas as dores

Acontecimentos/coisas que me fizeram feliz:

  • reencontro com os amigos depois das férias
  • Sintra com os amigos

1536556_650009171712667_389897884_n_edited

  • conversas noturnas profundas
  • Feira do Chocolate no Campo Pequeno
  • maratona do Lord of the Rings
  • concerto da Beyoncé – Mrs Carter Show
  • atividades de praxe do 2º semestre
  • voluntariado
  • viagem ao Porto com amigas

porto2

  • compra do traje académico com a madrinha
  • enterro do caloiro e traçar da capa
  • reencontro com bons velhos amigos
  • aniversário e várias comemorações do mesmo
  • tentativa falhada de ser vegetariana
  • Mundial de futebol
  • inscrição da escola de condução e exame de código
  • piquenique com a família nos jardins da Gulbenkian e visita ao Oceanário de Lisboa

IMG_5399_edited

  • férias em Coimbra: Portugal dos Pequenitos, tour pela baixa e por Aveiro

IMG_6055

  • 1ª semana de praxe como trajada
  • ganhar no bowling, mesmo sendo a estreia
  • luzes de Natal pela cidade
  • Natal com a família
  • inúmeras festas de aniversário surpresa em plena faculdade – vou montar uma empresa para quem tem de passar o dia a trabalhar
  • número absurdo de almoços na Hamburgueria do Bairro (só gordices)
  • dias de preguiça

IMG_4569

semana16dia1

E por tudo isto sou grata. E mais: sou feliz! Cheguei a esta conclusão nos últimos dias – eu sou incrivelmente feliz! Tenho ao meu lado pessoas que amo, que me apoiam, que me impedem de bater no chão e gritam comigo quando tem de ser. Tenho tudo o que preciso, respiro, tenho comida na mesa, sou saudável. Tenho sonhos, projetos para o futuro, coisas pelas quais sou completamente apaixonada. Se isso não é felicidade, então o que é?

E mesmo que este estado de espírito não se encontre sempre presente, eu sei que existe. Também é importante ter espaço para me sentir triste, para sentir que o mundo está contra mim e que os sonhos são mentiras. Mas rapidamente esses pensamentos vão embora, porque, como já disse, tenho tudo e todos que preciso.

Considero que este é o maior aprendizado deste ano: eu sou feliz, mesmo que não me sinta assim sempre.

Só posso imaginar as coisas boas que 2015 reserva. Uma nova aventura, um novo livro – e cá estarei para partilhar todos os textos 🙂

Anúncios

2 thoughts on “Obrigado 2014 e bem-vindo 2015!

Comenta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s