Os perigos do buffet

Sempre que vamos comer fora o buffet é sugerido: por ser mais barato, sair mais em conta, por podermos comer o que bem quisermos e quanto quisermos (ou pudermos).

Mas eu acho que isso é só a gula a falar. Nunca (vá, com algumas excepções) comemos por tudo aquilo que pagamos. E pior, obriga-mo-nos a comer o que conseguirmos e até o que não conseguirmos para “fazer o peixe render”.

Isto não é saudável! Comer por obrigação não é saudável. Até porque no fim já não comemos por gosto, aliás, nem sentimos o gosto da comida, comemos pura e simplesmente por obrigação, porque vamos ter de pagar.

Acredito que o buffet foi uma das melhores invenções para os empresários, porque de facto devem ter muito lucro.

Ontem fui a um buffet de sushi. Podia comer de tudo, mais bebida à descrição (por um preço simbólico). Acabei por pagar 11€, contando com o café no final que nunca pode faltar (mas isso é tema para outro dia). Estava felicíssima, porque não comia sushi há meses. E no início adorei. Mas no fim detestei-me a mim mesma. Já nem me conseguia levantar, sentia-me pesada, enjoada e completamente empanturrada. E daí estar aqui a jurar para nunca mais.

IMG_5079

Com o excesso tornamos uma coisa tão saborosa em algo que chegamos a detestar.

Ainda estou no meu esforço de conseguir encontrar o meio termo ideal, mas enquanto existirem buffets vai ser complicado.

Aqui fica o aviso, e uma nota para mim no futuro. Comam, na vossa medida ideal e sejam felizes.

Anúncios

Comenta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s