Mental break down

Esta semana tem sido complicada, e vai continuar a ser. E mais, será marcada como o meu mental break down do mês.

Já não sou eu mesma, e já não sei o que mais posso fazer para remediar a situação.  Não quero parecer ingrata, mas a verdade é que estou muito desmotivada quanto à faculdade. Digamos que os resultados não estão a corresponder ao enorme esforço que tenho feito. Desilusão atrás de desilusão, e eu nem sei se mereço isto…

Cheguei ao ponto de ruptura. Não há luz no final do túnel. A esperança morreu.

Não quero ser a pessoa que passa à razia. Gosto de ser boa naquilo que faço, como todos os outros.

Está difícil, está complicado. E eu estou cansada, sem esperança, sem vontade, sem desejo, sem sorte, sem motivação… Eu estou cansada. Tão, tão cansada. Quero desaparecer, fugir, evaporar. Estou sozinha, sou sozinha, e quero estar. Não quero palavras de conforto, já ouvi demasiado disso esta semana:”vai tudo correr bem”, “para a próxima fazes melhor”. Eu não quero próxima, eu quero agora!

Queria apagar estes últimos dia, talvez este último mês inteiro. Mandá lo para longe, um “delete” na memória.

Já não tenho paciência. Acho que nunca tive. E é tão difícil perder aquilo que nunca se teve, e mesmo assim eu perdi, vezes e vezes sem conta. Estou farta das pessoas, das suas atitudes, das suas birras, das suas manias, das suas chatices e esquisitices. Fartinha! Fartíssima!

Quero ir embora, não sei para onde. Por ventura, um lugar sem perguntas, sem pensamentos, só vida. Quero desaparecer.Nunca fui de desistir, mas pensei demasiadas vezes nisso. Parece que o mundo conspira contra mim.

Ah! E agora choro. Muito, demasiado. A qualquer palavra, e sem sinal de acabar. Há quem diga que chorar faz bem, limpa a alma. Assim, ou a minha alma está suja como um esgoto, ou é tudo mentira. Quero acreditar que é mentira, mas já não sei respostas certas.

Já não sei… já tentei tudo. Não resulta.

Desculpem o desabafo, mas se eu não desabafar aqui não o faço em lado nenhum, ou com mais ninguém. E deixar estes sentimentos podres aqui dentro, a apodrecer ainda mais, não deve ajudar muito ao processo.

Espero algum dia voltar mais positiva, mais inventiva, mais criativa. Mas por agora, esta sou eu…

Anúncios

Comenta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s