Algum dia perceberemos os nossos pais?

Será que algum dia perceberemos os nossos pais?

Por norma a juventude tem os pais como algo muito distante, com ideias meio loucas, ridiculamente conservadoras, aqueles seres com uma razão incansável e inatingível. Mas será mesmo?

Não será que nós também estamos presos ao nosso egoísmo, à nossa razão, às nossas vontades? E eles sempre querem nos proteger, mas é óbvio que nunca conseguirão nos proteger de tudo. E fica essa guerra: uns querem liberdade e os outros estabilidade.

A realidade é que eles já tiveram a nossa idade, mas isso é visto por nós como um longo período de tempo, no “reino de bué, bué longe”. Então, como é claro também se revoltaram contra os seus pais, testaram os seus limites, e também não percebiam as regras e as preocupações.

E então, a minha pergunta é: se também eles a seu tempo questionaram os métodos educativos, e agora é a nossa vez, será que estamos no meio de um ciclo vicioso? Será que também os nossos filhos vão nos achar super antiquados e protecionistas?

Porque oiço constantemente “Ai, eu não faria isso ao meu filho!”, ou “Eu faria diferente.”. Será que mesmo com esse esforço é suficiente? Ou ciclo continua?

A realidade é que bem provável que continue, porque nunca existirá um pai ou filho perfeito. E a juventude é sempre aquele tempo para ser descontente, para exigir mais, muitas vezes sem querer dar o braço a torcer. E aí entra novamente a pergunta: Será que algum dia perceberemos os nossos pais?

Quando os nossos filhos nos chamarem de antiquados, ou quando tentarem fazer algo que nós fazemos agora, será que vamos compreendê-los?

Não me levem a mal, adoro os meus pais, e tenho uma ótima relação com os dois. E sempre que temos algo a dizer dizemos, e eles sempre lembram que tudo o que gozo com eles ou reclamo os meus filhos hão-de fazer comigo. Mas esta é uma questão sempre presente na vida dos jovens, por mais liberais ou compreensivos que os pais sejam.

E uma coisa é certa, só com o tempo vamos conseguir ver se o ciclo continua.

Pretendo fazer isto aos meus filhos, não me julguem...

Pretendo fazer isto aos meus filhos, não me julguem…

Anúncios

Comenta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s